Notícia publicada sexta-feira, 27 de setembro de 2019

Além de trabalhar pesado no material do DROWNED, os músicos Fernando Lima e Marcos Amorim tiram um tempo para sua nova empreitada o projeto KORÖZYON.

Formado no outono de 2019 em Minas Gerais, o projeto KORÖZYON surge trazendo na bagagem, além de Marcos e Fernando, outros veteranos do underground nacional: Henrique Lima (bateria, responsável pelas baquetas do Black Feather Klan, Dirty Grave e GodAlien) e Rodrigo Nunes (baixo, integrante do Hellcome, GodAlien e Bulldogs).

KORÖZYON, palavra de origem turca que significa corrosão, retoma a ideia de que o mundo está em constante estado de degradação pela própria ação da humanidade. Por uma reação de descaso, ressentimento social e desprezo pelas questões primordiais da existência, o ser humano provoca a natureza que, por sua vez, lhe oferece uma resposta: a de transformação do universo como o conhecemos.

O projeto inicia suas atividades trazendo as influências da música pesada, moldando seu estilo sem procurar por rótulos. A miscelânea e a diversidade de sons têm espaço no trabalho da banda.

Em breve a banda vai apresentar sua primeira música. Para não perder nenhuma novidade, curta e siga a fanpage oficial: https://www.facebook.com/korozyon