Notícia publicada quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Vocês voltaram com tudo lançando o EP Field of Flagellation, de duas faixas, “Genocide of Minds” e “Redemption Blade”. Fala um pouco sobre a temática desses sons e por quê preferiram soltar um EP ao invés de trabalhar num full lenght de “retorno”.
Tematicamente, temos uma postura consistente e consciente contra toda e qualquer forma de manipulação humana, seja ela religiosa, por meio de um deus inventado, ou política, por meio do conformismo alienante. Preferimos o formato EP por questão de teste de gravação e também devido à falta de um selo.

Vocês estrearam com um álbum que, logo de cara, já ganhou distribuição na Europa, o Legacy Obssessions. De lá pra cá, o público europeu vem acompanhando a banda? Como é o feedback do trabalho de vocês lá fora?
Temos recebido alguns contatos atualmente devido ao Murderous Ritual e o mesmo tem ocorrido com o Field of Flagellation, sobre lançamentos e turnês, e o mesmo acontece no Brasil. Mas não pela repercussão dos lançamentos, e sim pelo nosso esforço em querer difundir a nossa proposta. Creio também ser um caminho natural.

Leia a entrevista completa:
http://noisey.vice.com/pt_br/blog/entrevistando-o-exhale-the-chaos-metalpunk-mortifer-rage

Ouça uma música:

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/132002303″ params=”color=ff5500&auto_play=false&hide_related=false&show_artwork=true” width=”100%” height=”166″ iframe=”true” /]

Para shows e merchandise: mortiferrage@gmail.com

Links relacionados:
www.facebook.com/mortiferrage
www.metalmedia.com.br/mortiferrage