Notícia publicada sexta-feira, 09 de agosto de 2013

scibex_path_web

Arena Metal – Como funcionou as composições das letras, porque vocês não falam de coisas usuais.
Diogo Bald: As letras foram compostas de modo cronológico aleatório, porém margeando um tema em comum: a evolução de consciência. Nossa sociedade somente sobreviverá às leis da seleção natural se houver em cada um de nós, ou pelo menos na maioria de nós, uma mudança no modo em como encaramos coisas como valores pessoais e éticos. Essa transcendência é expressa nas letras de forma metafórica e contamos com duas letras do Edgar Franco (Mermaid Serpent e Heralds of Noosphere) que também desenhou toda arte do álbum.

Arena Metal – E falando em complexidade, já pensaram como seria um vídeo clipe da banda?
Diogo Bald: Engraçado pensar em um vídeo clipe pois nunca cheguei a idealizar nada nesse sentido, porém acho que não seria algo fácil de se produzir porque a ideia é que cada música e letra desperte de formas diferentes as interpretações que são, de fato, inatas em cada um.

Leia a entrevista completa: http://arenametalpe.com.br/entrevista-scibex.htm

João Paulo: O vídeo clipe seria algo que representasse o sentimento da música, uma vez que o conceito é algo difícil de representar com imagens.

Ouça uma música:

[soundcloud url=”http://api.soundcloud.com/tracks/90440155″ params=”” width=” 100%” height=”166″ iframe=”true” /]

Contato para shows e merchandise: omorscibex@gmail.com

Sites relacionados:
www.facebook.com/scibexomors
soundcloud.com/diogo-vilela-1
www.metalmedia.com.br/scibex