Notícia publicada sexta-feira, 12 de agosto de 2011

“Como não poderia deixar de ser, as letras abordam problemas sociais e políticos. As músicas trazem melodias muito bem trabalhadas, contendo ótimas passagens de Metal Progressivo. Os destaques ficam por conta da abertura “Suicide” (que possui uma ótima inserção de protesto em português), a cadenciada “Empty”, a excelente “For The Enemy”, a empolgante “Way To It Wall” e a direta “Salvation”. A observação fica para a interessante faixa “Barquinho… In Hell”, que investe em ousadas passagens de MPB, o que certamente poderá dividir opiniões.

Resumindo a obra, “Confronting The Miror” é um trabalho ousado e criativo de uma banda que não teve receio de experimentar para encontrar sua identidade. Esperamos que esta ousadia permaneça e continue a ser explorada em futuros lançamentos.”